Blog

Como pode a Inteligência Artificial ser usada em Publicidade no futuro?

A Inteligência Artificial está a evoluir de maneiras nunca antes vistas na atualidade. A publicidade como a conhecemos será uma área sem dúvida afetada por esta nova revolução. As possibilidades de anunciar um produto estão a evoluir de formas nunca antes vistas. A wisdom IT CONSULTING vai-lhe apresentar a uma nova possibilidade que já começou a ser implementado por uma startup suiça.

MUPIS movidos pela Inteligência Artificial

O tema da Inteligência Artificial entrou em voga durante esta semana quando uma startup suíça, a Advertima, lançou um novo conceito de MUPI. Ao invés de uma publicidade estática à qual todos estamos habituados no nosso dia-a-dia, neste caso seríamos introduzidos a uma forma de publicidade mais “automática”.

Ou seja, no caso dos MUPIS, estes seriam capazes de comprovar se a pessoa que está a ler a publicidade homem ou mulher, maior ou menor de idade, ou até se é solteiro ou casado. A partir das informações captadas, o MUPI passaria um estilo de publicidade que mais faria sentido para a pessoa que estivesse a ver no momento. O principal objetivo da startup por detrás desta novidade passa pela criação de um novo sistema alimentado por sensores visuais, e capaz de providenciar informação em tempo rela a diversos lojistas.

Os constrangimentos resultantes da Inteligência Artificial na Publicidade

A ideia em causa criou alguma controvérsia, pois segundo as opiniões de diversos especialistas o uso da Inteligência Artificial deve ser usado com cuidado. O facto de a tecnologia funcionar via um sistema de reconhecimento facial pode ser um fator que poderá jogar contra o pretendido. Algumas publicidades poderão vir a constranger ou assustar alguns clientes, nomeadamente por engano no género ou identificação das idades. Além disso, entra também em jogo a questão da privacidade que pode levar alguns clientes a sentirem-se desconfortáveis.

É certo que já existem uma série de práticas na publicidade atual que recorrem a sistemas de inteligência artificial. O uso de elementos como ferramentas de busca, banners, campanhas nas redes sociais, são bons exemplos de como a inteligência artificial está presente em publicidade online, facilmente segmentando as nossas características de modo a saber o que nos apresentar.

Quais os próximos passos que poderão vir a ser tomados?

A tecnologia aliada à Inteligência Artificial, bem como as questões ligadas à questão da priviacidade cada vez mais entram em discussão à medida que as formas de IA evoluem cada vez mais. Não nos esqueçamos de que a Europa respondeu a estes desafios com a directiva do RGPD (Regulamento Geral de Protecção de Dados) com vista a proteger a privacidade dos seus cidadãos.

Como tal, à medida que a tecnologia vai evoluindo é necessário que as inovações tecnológicas se aperfeiçoem, bem como definam standards que protejam a privacidade dos cidadãos e possibilitem condições de competitividade legítima, particularmente na publicidade.

A ideia apresentada pela Advertima poderá bem vir a ser um passo essencial para tratamento de perfis de informação, necessitando de aperfeiçoamentos progressivos. Por conseguinte, é provável que diversas outras marcas tecnológicas sigam estes mesmos passos daqui em diante com o propósito de melhorar a experiência do comsumidor. Estas inovações terão que procurar tratar as informações dos consumidores com o devido cuidado com respeito ao direito à privacidade.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.