Blog

Tomorrow Summit 2020: Descubra as fragilidades expostas pela COVID-19

O Tomorrow Summit 2020 focou-se bastante no debate em torno das competências digitais e da sua importância perante a situação de pandemia. Vários oradores marcaram presença nesta conferência para uma conversa referente a questões como as novas competências na aprendizagem, a participação social e a vida quotidiana. A wisdom IT CONSULTING explica-lhe alguns dos tópicos mais marcantes deste evento.

Neste evento estiveram presentes diversos oradores de várias vertentes de tecnologia. Isto inclui Pedro Duarte, da Microsoft Portugal, Nuno Feixa Rodrigues, Coordenador da Iniciativa nacional INCoDe.2030, e José Martins Ferreira, antigo vice-reitor da Universidade do Porto.

Tomorrow Summit 2020: Descubra as fragilidades expostas pela COVID-19

As dificuldades expostas pela COVID-19

Durante o debate, os oradores salientaram o facto da pandemia ter posto a nu as diversas dificuldades que já existiam neste campo. É certo que o mundo não estava preparado para esta situação extraordinária, no entanto, isto demonstra que é necessária uma aposta crescente nos programas de qualificação e requalificação.

O mercado de trabalho está numa metamorfose progressiva, com fatores como a Inteligência Artificial, a colaboração na Cloud e a realidade mista. Prevê-se que daqui a cinco a dez anos vários jovens estarão envolvidos em profissões que neste momento ainda não existem. Nesse sentido convém salientar que 70% dos empregos atuais como os conhecemos irão sofrer transformações profundas ou desaparecer completamente na próxima década.

Tomorrow Summit 2020: Descubra as fragilidades expostas pela COVID-19

Portugal ainda tem um longo caminho pela frente

No Tomorrow Summit 2020, também se referiu o panorama atualmente vivido em Portugal. Segundo dados recentes da do Índice de Digitalidade da Economia e da Sociedade (DESI) cerca de 22% da população portuguesa nunca utilizou a Internet. Além disso em Portugal 30% dos empregos tecnológicos não serão preenchidos devido à escassez de talentos nesta área.

Ou seja, Portugal está a procurar mostrar progressos na área da tecnologia, embora ainda haja muito para fazer. Aliás, na própria União Europeia o número de especialistas em TIC nas empresas é muito reduzido.

A importância das E-Skills num mundo em constante mudança

O consenso em destaque neste evento é de que as E-Skills estão a ganhar um peso cada vez mais relevante nesta área. Há determinadas tarefas como as conhecíamos que vão sofrer uma transformação significativa graças a essa transformação tecnológica. Além disso, da parte dos estudantes e jovens, nota-se uma preocupação cada vez maior relativamente a se a sua formação vai de encontro às necessidades atuais do mercado.

É certo que a pandemia colocou quer Portugal, quer vários outros países em maior contacto com o digital. No entanto, este boost sofrido na área pode bem vir a ser o primeiro passo para reforçar a competitividade entre diversas empresas portuguesas. Além disso, este fator também poderá abrir a porta para a criação de diversos negócios próprios.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.