Blog

Windows 10

A cada anúncio de uma atualização do Windows 10, as perguntas que cada vez mais aparecem nos fóruns é “que danos colaterais terá?” e “como evitar problemas?”. A Microsoft aconselhou que a atualização KB4523786, lançada no último dia 24 de outubro, fosse ignorada.

A Microsoft disponibilizou a atualização cumulativa KB4522355 (Compilação 18362.449 do SO) que, segundo a empresa, acaba com todos os problemas que se têm acumulado nas últimas semanas. A atualização inclui correções para o Microsoft Narrator, Windows Search Indexer e entre outras.

Juntamente com esta, veio uma “Atualização Cumulativa para o Piloto Automático” (KB4523786). A sua instalação não é obrigatória nem recomendada pela própria Microsoft. Não se sabe o que poderia danificar (se é que isso ocorreria), mas tem sido muito frequente a pergunta “porquê que a Microsoft tem lançado várias atualizações problemáticas nos últimos tempos?”.

 

                                                                                                 

Histórico de consertos que provocam erros

Desde Maio, os problemas começaram a ser um assunto muito frequente na internet. Só no último mês, impediram que o navegador Edge fosse aberto (KB4524147 – build 18362.388), houve casos em que surgia o famoso blue screen (versão KB4517389), causaram problemas na funcionalidade de pesquisa e impediram a execução do VMWare Worlstation (versão KB4517211) – esta última atualização, disponibilizada para corrigir o áudio do PC, bloqueou o funcionamento de impressoras.

Com o último update, a empresa afirma que a próxima grande actualização, agendada para próximo dia 12 de Novembro, deve resolver todos os bugs de uma vez por todas.

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.